Acesso Cliente Verti

:(

Versões antigas e desatualizadas de navegadores têm problemas de segurança e não acompanham os novos padrões da web. Ao acessar com seu navegador desatualizado, alguns recursos do site não terão funcionalidade.

Por favor, atualize seu navegador.

Você já ouviu aquele velho ditado que diz “Seu vizinho é seu parente mais próximo”? Se não, deve concordar que ele é bem verdadeiro, pois em algum momento você com certeza precisou da ajuda de um vizinho. Seja para pedir aquela xícara de açúcar que acabou, para auxiliar em algo em sua casa ou até mesmo para convidá-lo para tomar um café, a relação com nossos vizinhos é algo que acontece naturalmente. 

Entretanto, para que tudo siga sempre em harmonia, algumas dicas são fundamentais para que todos convivam bem. Continue a leitura de nosso post e saiba a importância de manter a boa convivência com os vizinhos.

Regras de convivência

A convivência com nossos vizinhos pode ser, em alguns momentos, muito tranquila e ao mesmo tempo ter episódios de conflitos. Por isso, para quem vive ou pretende viver em um condomínio, deve saber que existem regras de convivência. Nelas são destacadas orientações de comportamento em área comuns, dentro de casa e da utilização da infraestrutura do prédio. Cada condômino tem a obrigação de conhecer todas elas, principalmente porque a maioria é passível de multa, quando descumpridas. É importante solicitar ao síndico ou informar-se nas reuniões.

Existem outros pontos que estão diretamente ligados a boa convivência entre vizinhos:

Barulho

O bom senso deve sempre estar em primeiro plano quando convivemos em um condomínio, seja ele horizontal ou vertical. A questão do barulho é sempre um assunto delicado, mas pode ser facilmente resolvido seguindo corretamente as regras estabelecidas. Fique atento aos locais e horários apropriados para ouvir música em um volume um pouco mais elevado e tome cuidado com outros ruídos como cadeiras arrastando no chão, portas batendo ou até mesmo conversas em tom mais alto.

No caso da realização das obras, verifique com o síndico quais os limites de horários definidos para a realização e informe aos demais moradores sobre a sua duração.

Animais 

Os pets fazem parte da maioria dos lares brasileiros e são considerados membros da família. Há quem goste de cães, gatos, passarinhos, roedores e até mesmo répteis. Mas, é preciso ficar por dentro das regras de circulação de animais nas áreas comuns e atentar-se para a limpeza e barulho.

Lixo

Cuidar do lixo gerado é extremamente importante. Cada condomínio possui suas regras e rotinas de coletas, portanto, é fundamental segui-las corretamente para evitar problemas. Faça o descarte correto e jogue seu lixo somente nos lugares recomendados. A proteção do lixo também é algo importante de se destacar. Utilize sacos resistentes e, se houver objetos cortantes como vidros, envolva-os em jornais para não causar acidentes.

Garagem

É muito desagradável quando você tenta sair ou entrar e o carro do vizinho está bloqueando sua passagem, não é mesmo? Pensando em evitar essas situações, muitos condomínios estabelecem regras relacionadas a quantidade de vagas por morador e para visitantes.

Essas são as principais regras e ajudam muito a manter a boa convivência. Outras atitudes também são fundamentais para que a harmonia prevaleça:

  1. Resolver conflitos de forma pacífica;
  2. Ser simpático;
  3. Comparecer às reuniões e ser participativo;
  4. Ser solidário;
  5. Respeitar as regras.

O convívio em sociedade tem momentos de altos e baixos, mas é possível manter a tranquilidade e a harmonia. Comece a colocar essas dicas de convivência em prática, converse com seus vizinhos, exponha suas ideias nas reuniões e discuta de maneira saudável o que pode ser melhor para todos. Fazendo isso, você conseguirá manter a boa vizinhança e todos se beneficiarão de uma relação amistosa.

Leave a Reply