Como se preparar para a previsão orçamentária

Facebook
Twitter
LinkedIn

Estamos no final do ano e o Natal se aproximando.

É um clima de festa e de celebração, mas é uma época muito importante, também, para o síndico. É o momento de fazer a previsão orçamentária para 2023.

A previsão orçamentária é a programação de toda logística para o ano que virá. Temos que ver questões sobre manutenções recorrentes e a serem planejadas, investimentos, benfeitorias, presunção de inadimplências, cortes de gastos etc.

É obrigatório apresentar aos condôminos?

Sim! A previsão orçamentária consta no código civil, no artigo 1348 §6:

“Art. 1.348. Compete ao síndico:

VI – Elaborar o orçamento da receita e da despesa relativa a cada ano; ”

Esta previsão faz parte da Assembleia Geral Ordinária do condomínio. Dentro da pauta da aprovação das contas do ano, já se coloca a estimativa do ano que vem.

Por que é tão importante?

A previsão orçamentária é um recurso de análise e execução de como será usado todo o dinheiro do condomínio. Deve ser feita com calma, de preferência com o conselho fiscal e ficar atento aos detalhes.

Quando o conselho fiscal participa neste processo e acompanha tudo durante o ano, ele se tornará um aliado na aprovação de contas sem problemas.

Nesse check-list apontamos alguns itens como:

  • Impostos;
  • Material de limpeza;
  • Folha de pagamento;
  • Equipamentos de segurança;
  • Admissão ou rescisão de funcionários;
  • Contribuições previdenciárias;
  • Manutenção preventiva;
  • Renovação de contratos;
  • Fundo de reserva.

Da mesma forma, não podemos esquecer os gastos sazonais, ou seja, de momentos específicos como aumento de água no verão, acréscimo de energia elétrica nas férias das crianças, gastos com decoração no Carnaval, Dia das Crianças ou Natal (se for o caso).

E o papel da administradora?

Ela é fundamental nessa tarefa. A administradora tem toda a experiência e dados concretos para ajudar o síndico neste prognóstico.

Uma boa administradora deve ser parceira neste momento orientando o síndico de todas as contas ordinárias, prioridades, reservas e margens para imprevistos.

A Verti, por exemplo, referência em toda região metropolitana, além de exercer esse papel de cumplicidade e domínio, dispõe de um aplicativo eficiente e fácil para ajudar o síndico nesta preparação.  https://admverti.com.br/servico/

Quais são os passos para fazer uma boa previsão orçamentária?

Este planejamento requer uma metodologia bem pensada e crítica.

Seguem algumas sugestões:

  • Fique de olho na inadimplência;
  • Leve em conta a inflação e reajustes de serviços;
  • Liste obras que deverão ser feitas no ano que virá;
  • Programe um fundo para imprevistos e gastos extras;
  • Organize as contas ordinárias (água, luz, telefone, gás, salários);
  • Reveja contratos de manutenções (jardim, elevadores, CFTV, piscina, extintores etc).

Percebeu como é vital para a saúde do condomínio uma boa previsão orçamentária? E para o síndico, também, pois ele já sabe como será o trabalho durante o ano. Os imprevistos é que darão aquela pequena dor de cabeça.

Além do aplicativo, faça uma planilha pessoal, do seu jeito para visualizar as projeções e gastos.

Ouvir os moradores, é uma outra forma de ajudar na previsão. São poucos os que realmente sabem da situação, porém, entre uma conversa e outra podem vir algumas ideias a fim de aperfeiçoar esta tarefa.

E para finalizar, não tenha receio de falar a verdade.

Não omita informação ou dados que vão afetar os moradores devido a manutenções ou obras. Você, síndico, é o gestor e eles depositaram a confiança da administração em você.

A ideia é mostrar a realidade daquilo que está acontecendo.

Apresentando a previsão orçamentária de forma transparente e objetiva você demonstrará que sabe o que está fazendo e terá credibilidade e apoio de todos para uma gestão eficiente, segura e organizada.

Exclusivo para Clientes

Já possui cadastro?