Chuvas e ventos fortes: atenção com objetos nas janelas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Estamos vivendo uma forte temporada de pancadas de chuvas e ventos fortes. Um dos motivos é o fenômeno El Niño que tem uma influência significativa no clima do Estado de São Paulo, especialmente no decorrer dos meses mais quentes e chuvosos.

As chuvas tendem a ser frequentes e intensas, o que pode resultar em inundações e deslizamentos de terra em áreas vulneráveis.

O que vamos abordar neste artigo são quais os cuidados com objetos nas janelas dos condomínios devido a estas condições climáticas.

Situações cotidianas

É comum encontrar pessoas que decoram as janelas de seus apartamentos com vasos de plantas, esculturas e outros tipos de peças. Porém, essa prática pode causar muitos danos.

Em condomínios, as janelas são elementos vitais para o conforto e a segurança dos moradores.

Em regiões suscetíveis a ventos fortes e pancadas de chuva é crucial adotar cuidados especiais para garantir que essas estruturas permaneçam funcionais e seguras durante condições climáticas adversas.

Recomendamos ter atenção quanto a:

  • não jogar lixo pela janela;
  • não sacudir toalhas com farelos;
  • não jogar bitucas de cigarro pela janela;
  • orientar crianças, adolescentes e visitas para não usar indevidamente esse espaço;
  • não se apoiar no parapeito para usar o celular;
  • não amarrar objetos, ou afins;
  • deixar qualquer tipo de objeto na janela, como plantas e decorações;

Uma maneira eficaz de evitar que qualquer item caia da janela é instalando telas de proteção nesse local.

O que fazer durante os temporais

Ao longo de períodos de ventos fortes, é aconselhável:

  • manter as janelas fechadas e travadas para evitar danos causados pela pressão do vento.
  • verificar regularmente o estado dos trincos, fechos e dobradiças das janelas

Neste último ponto, é importante para garantir que estejam funcionando adequadamente e possam ser facilmente fechados quando necessário.

Em condomínios com áreas comuns ou espaços externos, como varandas ou terraços, é importante garantir que os móveis e objetos soltos sejam devidamente fixados ou recolhidos para evitar danos às janelas ou a outros elementos da estrutura.

Proteção das janelas

Para proteger as janelas contra a entrada de água durante pancadas de chuva intensas, a instalação de vedantes de borracha ou silicone ao redor das molduras das janelas pode ajudar a criar uma vedação eficaz contra a água.

A manutenção regular das janelas também é essencial para garantir sua funcionalidade e durabilidade a longo prazo. Lembre-se de:

  • limpar regularmente os trilhos e as superfícies das janelas;
  • lubrificar as dobradiças e os mecanismos de abertura e fechamento;
  • verificar a integridade dos vidros.

Estas medidas simples, mas eficazes, podem garantir o bom funcionamento das janelas e prolongar sua vida útil.

Outros cuidados

O síndico deve se certificar de que as calhas e os ralos no topo do edifício e demais áreas comuns estejam desobstruídas e funcionando corretamente, evitando o acúmulo de água e possíveis infiltrações.

Em caso de entupimentos, temos um outro artigo que vai te ajudar nessa questão.

Campanhas de conscientização, colocando avisos nos elevadores e murais de informação explicando o que não é permitido fazer ou colocar nas janelas e sacadas é uma outra forma de prevenção.

Em casos de danos às janelas causados por ventos fortes ou chuvas intensas, é importante agir rapidamente a fim de realizar os reparos necessários.

Contratar profissionais qualificados e seguir as orientações dos fabricantes para a substituição de peças danificadas ou a reparação de eventuais danos estruturais é fundamental para garantir a segurança e o conforto dos moradores.

Em resumo, cuidar das janelas em condomínios em relação aos ventos fortes e pancadas de chuva requer uma abordagem proativa que inclui:

  • a instalação correta;
  • a escolha de materiais adequados;
  • a manutenção regular e a pronta realização de reparos quando necessário.

Com esses cuidados, é possível garantir que as janelas permaneçam funcionais e seguras mesmo diante das condições climáticas mais adversas.

Fique atento: na circunstância de ter causado danos a alguém, é de sua responsabilidade ressarcir o morador sobre qualquer prejuízo que tenha sido causado e é previso em lei, de acordo com o artigo 938 do Código Civil.

Pequenos objetos representam uma ameaça à segurança da comunidade, especialmente se eles caírem de janelas localizadas nos andares mais altos de um prédio. Se atingir uma pessoa ou animal, dependendo do impacto, pode levar a óbito.

Nem sempre se consegue comprovar quem jogou algo pela janela, portanto, cabe aos próprios moradores identificarem e apontar aquele que fez a transgressão.

Dessa forma, o síndico e a administradora podem definir padrões que irão ajudar na aplicação de advertências, multas, ressarcimentos e indenizações.

Sua administradora está em falta com você? Consulte a gente! Nós vamos te dar todo o suporte necessário para questões como estas e outras que, às vezes, nem todos conhecem.

Há mais de 29 anos, a Verti tem um atendimento comprometido com cada cliente de forma personalizada e validada.

Exclusivo para Clientes

Já possui cadastro?