Acesso Cliente Verti

:(

Versões antigas e desatualizadas de navegadores têm problemas de segurança e não acompanham os novos padrões da web. Ao acessar com seu navegador desatualizado, alguns recursos do site não terão funcionalidade.

Por favor, atualize seu navegador.

Você sabe quais as principais funções na administração de condomínios? O que faz o zelador? O porteiro? O subsíndico? Para que um condomínio funcione corretamente são necessárias algumas funções com responsabilidades definidas, regulamentadas por lei ou convenção coletiva.

É justamente para te ajudar a compreender todas essas atribuições que preparamos este artigo. Para você saber um pouco mais sobre o papel de cada colaborador na administração do seu condomínio.

Sabendo com clareza a função de cada colaborador, é possível profissionalizar as relações e valorizar o seu trabalho.

Vamos lá?

Quais os principais cargos e funções na administração de condomínios?

Dentre os colaboradores de um condomínio as principais funções são: auxiliar de serviços gerais, faxineiro, vigia, porteiro, zelador, subsíndico, síndico e conselho.

Nem todas essas funções são obrigatórias na gestão condominial, depende das necessidades específicas de cada empreendimento. Não são todos os condomínios que precisam de um subsíndico, por exemplo, neste caso, o Código Civil não prevê mais este cargo, cabendo a convenção do condomínio estabelecer ou não a existência do cargo.

Para que a gestão de um condomínio seja mais eficiente, é importante que moradores e colaboradores conheçam as principais funções, responsabilidades e atribuições daqueles que atuam no dia a dia do empreendimento.

Qual a função do Síndico na administração de condomínios?

É o responsável por toda a gestão e administração do condomínio. Além disso, deve cuidar para o cumprimento do regimento interno, de modo a garantir a segurança e bem-estar dos moradores e demais funcionários.

A Lei no 4.591/64, também conhecida como Lei do Condomínio, traz algumas de suas funções e deveres:

  • Arrecadar as contribuições dos condôminos;
  • Cobrar multas;
  • Convocar reuniões e assembleias;
  • Fazer cumprir o regimento interno;
  • Representar o condomínio legalmente;
  • Realizar prestação de contas e planejamento financeiro;
  • Contratar e demitir funcionários terceirizados;
  • Atender às dúvidas e sugestões dos moradores;
  • Mediar conflitos.

Em resumo, e conforme o artigo Art. 22 da lei acima, a função do síndico é:

“Representar ativa e passivamente, o condomínio, em juízo ou fora dele, e praticar os atos de defesa dos interesses comuns, nos limites das atribuições conferidas por esta Lei ou pela Convenção”.

Qual a função do Subsíndico em um condomínio?

Havendo previsão do cargo de Subsíndico em Convenção, o mesmo deverá ser eleito pelos moradores em assembleia

O subsíndico substituirá o síndico em suas faltas e impedimentos e acaba colaborando com a gestão do condomínio.

 

O que faz um zelador?

A função do zelador de condomínio é fiscalizar e manter o bom funcionamento do condomínio.

Esse é um cargo que pode ser contratado diretamente pelo prédio ou terceirizado e possui algumas atribuições, dentre muitas:

  • Garantir a manutenção do condomínio (limpeza, etc.);
  • Fiscalizar irregularidades;
  • Supervisionar obras e reformas;
  • Oferecer suporte aos moradores;
  • Coordenar equipes de limpeza, portaria, etc.;
  • Reportar ao síndico qualquer irregularidade.

Qual a função do porteiro?

O porteiro é um dos principais responsáveis pela segurança do condomínio. É função do porteiro controlar o acesso das pessoas no condomínio, sejam moradores, prestadores de serviços, visitantes, etc.

Por exemplo, antes de permitir que uma visita ou prestador de serviço entre no condomínio, o porteiro deve pedir a identificação do indivíduo e confirmar com o morador se ele autoriza a sua entrada.

Um ponto importante que deve ser considerado para a função de porteiro é o excesso de favores que os condôminos solicitam a esse profissional. Compete ao síndico estabelecer limites claros para as funções do porteiro e orientar os moradores quanto aos riscos de acúmulo de função.

Para que serve o conselho?

O conselho não se trata de um único profissional, mas sim de um conjunto de condôminos que foram eleitos em assembleia.

Ao Conselho, além das atribuições previstas em Lei, compete:

  • Emitir parecer, sobre a prestação de contas do Síndico;
  • Examinas as contas do Condomínio;
  • Emitir parecer sobre os assuntos do Condomínio, quando solicitado pelo Síndico ou por qualquer condômino interessado;
  • Emitir parecer sobre a previsão orçamentária apresentada pelo Síndico para o exercício financeiro seguinte.

Gostou do nosso artigo? Com ele você pode entender melhor algumas das principais funções na administração de condomínios. Lembre-se que funcionários e membros da administração devem ter suas funções bem definidas. Com isso, evitam-se problemas trabalhistas e pode-se organizar melhor o organograma do condomínio.

Sabia que o treinamento dos funcionários é uma forma de melhorar a gestão do condomínio? Veja o nosso artigo: Treinamento para os profissionais que atuam no condomínio: entenda porque é importante.

Leave a Reply