Seu apartamento está protegido? Por que fazer o seguro residencial?

Facebook
Twitter
LinkedIn

Boa parte dos condôminos pensam que seu apartamento está totalmente protegido com o seguro do condomínio, quando na verdade, a maioria dos seguros não oferece cobertura para o interior dos imóveis. Daí a importância de se conhecer o seguro residencial.

Porém, os seguros de condomínio cobrem apenas os danos causados à estrutura do prédio.

E os danos causados no interior da unidade, como ficam?!

Pensando nisso, elaboramos um conteúdo para ajuda-lo entender a importância do seguro residencial para a preservação do seu patrimônio, adquirido com tanto esforço.

Acompanhe a leitura e saiba quais são os benefícios em se contratar um seguro residencial.

O que é o seguro residencial?

O seguro residencial tem como objetivo oferecer proteção aos imóveis destinados à moradia, cobrindo danos e prejuízos causados na estrutura do imóvel e aos bens dentro dele.

A cobertura básica cobre: queda de raio, incêndio e explosão; mas, a depender do plano contratado pode se estender também a vendavais, danos elétricos e subtração de bens (furto e roubo).

É comum também o fornecimento de serviços adicionais de assistência, como: encanador, chaveiro e eletricista.

Além disso, alguns cobrem até responsabilidade civil familiar, que é quando um membro da família do contratante causa um prejuízo a um terceiro. Por exemplo, quando um filho pequeno quebra a vidraça do vizinho jogando bola.

Qual a diferença entre seguro residencial e o seguro do condomínio?

A diferença básica é que o objeto segurado é diferente.

O seguro do condomínio cobrirá:

  • As construções de uso exclusivo do condomínio;
  • Os espaços de uso comum dos condôminos;
  • E os bens de uso exclusivo do condomínio.

Por sua vez, o seguro residencial cobrirá os danos no imóvel e os danos no interior do imóvel especificados na apólice, como, por exemplo, os objetos eletrodomésticos (observados o valor limite estipulado na apólice).

Em outras palavras, o que é de uso exclusivo seu e da sua família precisará de um seguro residencial e o que é de uso exclusivo do condomínio ou de uso comum dos condôminos precisará do seguro condominial.

Como escolher um bom seguro residencial?

O seguro residencial ideal é aquele que mais atende as demandas do contratante.

Para tanto, é importante seguir alguns passos antes de contratá-los. Vamos e eles.

Entender as suas necessidades

O primeiro passo é procurar identificar quais são as necessidades que o seguro poderá suprir caso seja preciso acioná-lo.

Diante disso, será necessário avaliar as situações que mais acontecem na região onde está instalado o imóvel, como, por exemplo, a incidência de:

  • Furtos e roubos;
  • Riscos de explosão;
  • Fortes chuvas, vendavais, quedas de raio;

Realizar pesquisas

O segundo passo para contratar um bom seguro residencial é pesquisar por seguradoras de confiança e com credibilidade no mercado.

É importante buscar informações sobre a empresa que será contratada e saber se ela está cadastrada na SUSEP- Superintendência de Seguros Privados, órgão responsável por fiscalizar as empresas do ramo de seguros.

Fazer cotações

O terceiro passo é entrar em contato com as empresas selecionadas e fazer cotações buscando saber:

  • Quais os tipos de seguros que elas oferecem;
  • O que é coberto;
  • E o que não é coberto.

Além disso, é fundamental combinar a cobertura básica com as coberturas adicionais mais úteis ao contratante, tais como: serviços emergenciais de chaveiro, eletricista, check-up de automóveis e outras vantagens que o seguro pode oferecer.

Percebe a importância do seguro residencial?

Zelar pelo seu apartamento é tão importante quanto adquiri-lo.

Imprevistos e acidentes acontecem, e, por vezes só nos damos conta da importância da cobertura de um seguro após o acontecido.

Como diz o ditado: é melhor prevenir do que remediar.

Por isso, a contratação de um seguro residencial vai lhe proporcionar mais segurança e proteção para a sua família, além de preservar o patrimônio constituído.

Além do mais, se você tem dúvidas se vale a pena adquirir um seguro residencial saiba que vale sim, pois, conforme exposto no decorrer do texto, o valor pago no seguro proporciona vários benefícios e vantagens, além do sossego e da segurança.